TGI Fridays chega a São Paulo em loja de 1.200m

Avatar

Criadora do happy hour e de muitos rituais do casual dining, a rede americana aposta no Brasil em 2017 sob o comando do Grupo Bar

‘A sexta-feira só precisava ter uma hora a menos de trabalho para ganhar uma hora a mais de comemoração’. Esse foi o pensamento que estimulou Alan Stillman a abrir em Nova York, em 1965, o que chamava de um ‘bar de solteiros’. Era o início do TGI Fridays e do termo happy hour. À época, o americano não imaginava que estava para realizar um verdadeiro marco, criando o primeiro espaço mundial de ‘casual dining’, rodeado de muitos rituais que inspirariam milhares de pessoas nos anos e décadas seguintes.

O Fridays nasceu como um bar de energia contagiante, em que as pessoas podiam beber ótimos drinks – preparados em meio aos ‘bartenders flairs’ – enquanto comiam petiscos e ribs altamente qualificados, com atendimento literalmente diferente. Enquanto os clientes olhavam o cardápio, o garçom ajoelhava-se para manter seu olhar à altura dos demais à mesa, conhecido por aqui como ‘olho no olho’. “Um dos princípios do Fridays é oferecer igualdade e democracia. Não importa se você está trabalhando ou à lazer, todos que estão em seu espaço devem se divertir e trocar experiências”, conta Claudio Loureiro Nunes, um dos sócios do Grupo Bar, que acaba de anunciar-se como responsável pela marca no país a partir de 2017. No inicio do ano, o grupo brasileiro, também dono do Brexó Bar e Cozinha, Gràcia Bar, Sarau SP e do novíssimo Biri Nait, abre a loja Fridays no Itaim, na Av Cidade Jardim, 56. A marca chega primeiro a São Paulo, no inicio de janeiro, em soft opening, para posteriormente ser replicada em outros pontos da capital, bem como do país. “Nosso plano é de 50 lojas em 10 anos, sendo nos três primeiros apenas três lojas para testar mercado em São Paulo.“, conta Rafael Limonta, sócio de Cláudio nesse desafio, tanto para o Grupo Bar, quanto para o próprio Fridays. “Estamos animados e ansiosos para reintroduzir o Brasil na experiência TGI Fridays”, diz Silvia Flores, gerente de marketing do TGI Fridays Internacional. “Temos um grande parceiro de franquia que vai nos ajudar a levar a energia e a diversão típicas do Fridays à vida de nossos clientes.”, se referindo à vibração que tanto identifica a marca. Os momentos dos parabéns cantados em alto e bom som? Sim, nasceram com a marca americana.

Ao longo do tempo, o Fridays realizou muitas outras criações, tornando-o conhecido por simbologias únicas. É o caso do prestígio aos funcionários. Da década de 60 até hoje, cada colaborador vai ganhando ao longo do tempo pins, que são diferentes tipos de broches – mais de 200 categorias – com suas devidas relevâncias e significados de reconhecimento, tendo se tornado um verdadeiro objeto colecionável e para ser exibido orgulhosamente nos uniformes. Com tudo isso, entre outros detalhes, Alan ganhou notoriedade, muitos fãs e gente querendo fazer o mesmo em suas cidades e países. Em 1985 então, abriu a primeira loja internacional, na Inglaterra, e dez anos depois, em 1995, eram 23 os países em todo o mundo que ofereciam Fridays. Hoje, são mais de 500 lojas americanas e 400 internacionais, distribuídas em 60 países. A do Brasil, em 2017, vem completar novamente esse mapa da marca.

In the news
Carregar Mais