Tanques de fábrica paulistana ganham cores com grafitagem

Avatar

Em contrapartida à decisão da prefeitura de São Paulo, a empresa Petrol Lubrificantes abre espaço para a arte de rua em sua fábrica

Enquanto a terra da garoa vive a cinzenta polêmica de ter seus muros e viadutos novamente cobertos com tons neutros, a Petrol Lubrificantes abriu as portas para um projeto que deu mais vida à sua fábrica, localizada na grande São Paulo. A ação aconteceu de 16 a 20 de fevereiro e consistiu em um grande trabalho de grafitagem com cerca de 7 m em cada um de seus dois tanques de óleo básico, cujas medidas individuais chegam a 6 metros de altura por 9 metros de diâmetro.

O audacioso projeto contou com o designer, grafiteiro e tatuador Gustavo Cortelazzi. O artista foi o responsável pela famosa gravura colorida do peixe da espécie Pintado, de 7 metros de comprimento, que ficava localizada na avenida 23 de maio e foi recentemente apagada pela prefeitura da capital. Os reservatórios foram estampados com desenhos livres elaborados pelo artista, de modo a brincar com o formato dos tanques, com o tema fundo do mar.

Segundo a gerente de marketing da Petrol, Carla Ristum, esse foi um projeto muito importante para a empresa. “A Petrol acredita em todos os movimentos artísticos, inclusive o do grafite. A arte traz um colorido para além de paredes e portas e abre uma janela para as pessoas sonharem. Alinhando isso com a comemoração de 50 anos da empresa e a nossa vontade de trazer mais vida para dentro de nossa fábrica, acionamos o Gustavo, que fez um trabalho lindo”, elogia.

O projeto foi co-idealizado por Rodrigo Picolo, sócio-diretor da RFP Comunicação e Marketing, agência de propaganda da empresa. “Queríamos dar uma nova roupagem para a fábrica da Petrol, mas de um jeito diferente e mais interessante do que só pintar paredes. Então surgiu a ideia de aproveitarmos dois dos maiores tanques de óleo e fazer um grafite, brincando com o formato deles. O resultado ficou sensacional”, afirma Picolo.

In the news
Carregar Mais