Smart Driving Labs mapeia 220 mil km percorridos pelos carros de apoio no Sertões 2019 e apresenta primeiros resultados

Avatar
Além da quilometragem rodada, foram monitorados o nível de combustível, a utilização do cinto de segurança e incidentes capturados pela tecnologia da SDL. Um relatório completo de utilização dos veículos vai pontuar os melhores condutores.

Smart Driving Labs – empresa especializada em soluções de software e hardware para coleta, análise e interpretação de dados telemáticos automotivos – conseguiu na 27ª edição do Sertões demonstrar, na prática, os benefícios da sua tecnologia utilizada nos veículos de apoio no maior rali das Américas.

A competição, que durou sete dias em um trajeto especial que começou em Campo Grande (MS), e terminou no último domingo (01/09) em Aquiraz (CE), contou com 55 picapes L200 Triton Sport cedidas pela Mitsubishi Motors como carros de apoio, que foram conectadas pela Smart Driving Labs em uma iniciativa inédita no evento.

Entre os dados já apurados, os 55 carros de apoio, juntos, rodaram mais de 220 mil km, uma média de pouco mais de 4.000 km por picape. Para isso, foram gastos 21.889 litros de diesel. A média de utilização do cinto de segurança foi bem alta e os incidentes registrados pelos sensores da plataforma nas regiões “fora de estrada” foram diversos, o que era de se esperar.

A organização do Sertões receberá nos próximos dias um relatório de utilização dos carros no período do rali, divididos por cada uma das 8 etapas, com dados analisados e interpretados e também a pontuação de cada condutor. Por enquanto, a pontuação média de condução entre todos os carros está em 4,3 de 10, levando em consideração acelerações, freadas, curvas bruscas e excesso de velocidade nas vias com limite de velocidade.“Vale ressaltar que esses são apenas os primeiros resultados e que ainda faltam outros parâmetros para serem somados no algoritmo, como os eventuais incidentes por exemplo, até o fechamento dessa pontuação”, explica Fernando Schaeffer, CEO da Smart Driving Labs.

A plataforma da Smart Driving Labs captou, em tempo real, parâmetros dos veículos como velocidades média e máxima, altitude, nível de combustível e de desgaste dos carros, entre outros, além de eventuais incidentes capturados pelo “acelerômetro” existente no dispositivo. A pontuação dos condutores, somada aos possíveis incidentes ocorridos com o carro e à avaliação do veículo pela Mitsubishi, será base para o 1º Prêmio Direção Segura, ação promovida pela Smart Driving Labs, que também acontece pela primeira vez no evento. A revelação e premiação dos vencedores está prevista para o início de outubro, após todos os veículos retornarem à fábrica da Mitsubishi.

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

In the news
Carregar Mais