Rodrigo Almeida – Por que as empresas devem voltar a apostar em boutiques de comunicação e seus formatos?

Avatar
Por Rodrigo Almeida

Uma boutique de comunicação é o modelo ideal de parceria profissional para as empresas apostarem como um diferencial estratégico.

Oferecer atendimentopersonalizado, ser mais eficiente e proporcionar excelentes resultados são alguns dos pilares do conceito de agência boutique. Diferente das agências de médio e grande porte, essa modalidade oferece uma estrutura compacta com serviços especializados.Entretanto, menor não significa menos eficiência, mas sim maior agilidade. E esse formato de agência está ajudando empresas a venderem mais.

Uma boutique de comunicação é um modelo enxuto de agência no qual algumas chegam a ter de dois a cinco funcionários.O foco principal desse modelo está no cliente.

Buscar a maximização dos lucros e dos resultados por meio da prestação dos serviços mais lucrativos e a terceirização de serviços menos lucrativos é o que acontece na agência boutique. Com essa divisão de tarefas, é possível enxergar melhor os prazos e ter um comprometimento maior com os clientes,promovendo maior qualidade no atendimento.

Importante citar que trabalhar em parceria com um fornecedor de marketing de menor porte, representa uma série de vantagens e benefícios para as empresas. Aqui cito os dois principais na minha perspectiva:

Investimento de marketing a custo reduzido

O cliente deixa de comprar um pacote com diversos serviços desnecessários, uma vez que a boutique oferece apenas o que realmente é preciso. E, dependendo da tarefa, em sua maioria o custo será menor, já que o preço não precisa cobrir encargos trabalhistas, pois os profissionais são contratados sob demanda.

Soluções e respostas em menor tempo

Quando surgem problemas, eles não são passados de e-mail em e-mail, até chegar à diretoria. Neste formato a estrutura é simples e o cliente conversa diretamente com o proprietárioe obtém respostas e soluções num curto prazo de tempo.

Em resumo, acredito que uma agência boutique tem mais disponibilidade para conversar e atender seus clientes de forma mais individualizada e, portanto, com mais qualidade e entrega de resultados. Basta agora as empresas voltarem a acreditar no modelo e dar mais oportunidades para essas agências boutiques.

Rodrigo Almeida está no mercado de Live Marketing há 15 anos, incluindo experiências internacionais em seu histórico. Atualmente é sócio na MoodCom | Marketing e também responsável por operações na 7etti.

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

In the news
Carregar Mais