Produtora Factory entra em fase de expansão e intensifica o seu conceito vanguardista de arte e animação

Avatar
Conectada com os artistas de seu hub mundial através do formato Cloud Producing, a produtora divide cases do ano e entra em fase de contratação de novo time

Fundada em 2016 pela Produtora Executiva Jennifer Djehdian, a conexão é o que move as engrenagens da Factory, que desde o começo atua com um hub ao redor do mundo para ampliar as possibilidades do garimpo de artistas.Esse ano direcionou Jennifer para uma nova etapa em seu negócio. Entre as novidades do novo ciclo, a fundadora encerra a sociedade com Marcello Laruccia, que era sócio da Produtora desde 2018.

A produtora executiva afirma que a nova fase conflui para fortalecer o propósito da Factory e seguir com seu modelo de negócios que se diferencia das formas tradicionais de produção. “Não é simplesmente ter um hub de artistas como um mailing de contatos. A Factory tem uma cultura própria que vai muito além disso: é a intimidade e a confiança que desenvolvemos com cada artista. Engajamos os artistas de uma maneira em que cada pessoa do time se sinta inspirada à entregar o melhor para o projeto. Essa é uma grande chave”, conta.

Sob o comando de uma mulher, em um universo majoritariamente liderado por homens, a Factory marca a fase de expansão como um grande garimpo de artistas, somado à inteligência de produção. “Nessa simbiose entre arte e movimento, produzimos a animação no estilo autêntico Factory de ser”, reforça Jennifer. A expansão também passa pelo fortalecimento da produtora para outros segmentos de mercado, tornando a Factory uma contadora de histórias através da animação, sendo uma peça publicitária, um curta metragem, um longa ou uma série animada.

Outra bandeira defendida nesse momento é o formato de Cloud Producing, que favoreceu o seu posicionamento durante a pandemia, com a produção de campanhas de forma ilimitada. “Tivemos um crescimento exponencial com abertura para o mercado brasileiro e internacional, a princípio em Nova York. Essa expansão se deu principalmente por conta da nossa inteligência de produção. Em 2020, mais do que nunca, o nosso posicionamento fez sentido e é intensificado”, compartilha a fundadora.

Durante a pandemia, a produtora assinou animações para grandes marcas. Entre elas, a Social Media Campaing “Destrava o Respeito” para a Trident Brasil, pela agência SAG2 (Grupo Publicis), em comemoração ao mês do orgulho LGBTQIA+. O concept design foi feito pelo artista Guma que especializado em Quadrinhos, Caricatura e ilustração, coleciona mais de 20 prêmios nacionais e internacionais, entre eles a Melhor Animação no Shangai Golden Lions Festival de 2019. Assista a animação para a Trident: https://bit.ly/2UpxwlK  

Outro destaque desse ano vai para o curta metragem feito para a Nestlé pela agência FCB Health, em homenagem ao Dia do Nutricionista. Com o intuito de reforçar o conceito, a peça produzida pela Factory procura mostrar o quanto a alimentação pode aproximar e criar vínculos. O projeto tem Katan Walker como head de concept visual. O artista é especializado em personagens e ambiente, responsável por dar vida à história e aos personagens pela peça tão sensível. Assista a animação para a Nestlé: https://bit.ly/3llz2Bo

Ambas as animações foram desenvolvidas para campanhas com forte embasamento social, algo que dialoga com o ano de 2020 impactado pela pandemia e pelo fortalecimento de causas sociais na publicidade e nas redes sociais. “Estou sempre aberta a questões humanas e sociais. Todo cliente que convida a Factory para produzir um projeto com uma causa, já sabe que a resposta será sim. E este ano foi o marco de assumirmos que queremos mesmo produzir projetos que emocionem com uma bela mensagem”, reforça.

A Factory já conta com um novo time de contratados para atendimento e pós-produção com base no Brasil para seguir os propósitos do negócio, em breve, a serem anunciados. Atualmente, a produtora está produzindo projetos com grandes agências como Mutato, Soko, Africa, Publicis, Wunderman Thompson, FCB Health entre outras. “Queremos mais do que nunca ter um time inclusivo, começando com mais mulheres na equipe. Seguiremos de forma global, elástica e ágil, acompanhando nosso mercado”, conta a fundadora da Factory.

https://vimeo.com/factorybr

Reel: https://vimeo.com/320040274

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

In the news
Carregar Mais