O infeliz ‘adiós’ a D10S – A morte de Diego Armando Maradona

Avatar

Este dia 25 de novembro de 2020 ficará marcado na história. Nesta quarta-feira, o mundo recebeu a triste notícia de que D10S, Diego Armando Maradona faleceu após um ataque cardiorrespiratório em casa. O maior ídolo do esporte argentino e um ícone desigual do futebol mundial completara seus 60 anos, três semanas antes de sua morte, e estava em observação em um hospital há alguns dias, em Buenos Aires.  

Nas redes sociais, diversas personalidades do futebol, clubes de todas as partes do mundo e até o Papa Francisco – também argentino – lamentaram a morte do autor do antológico gol intitulado de ‘La Mano de Dios’. Nós separamos os posts de despedidas e homenagens de todos os clubes por onde El Cebollita passou e fez história! 

Santos – BRA

Não há jeito! É impossível ‘hablar’ sobre Diego Maradona e não relembrar o espetáculo da disputa saudável entre o argentino e o brasileiro rei do futebol, Pelé. Por isso, o Santos decidiu postar uma sequência de fotos entre as duas lendas do esporte.

Argentinos Juniors – ARG

Agora, falando sobre o clube que revelou ‘El Pibe de Oro’ e lançou ao mundo um garoto completamente diferente do que tudo o que a Argentina já tinha visto. Tanto que aos 15 anos, ainda com o 19 em seu dorsal, já estreia no profissional pela tradicional Seleção Argentina e começava a dar os primeiros passos para uma carreira brilhante. Anos depois, até o estádio do clube ficou marcado ao ser batizado com o nome do ídolo. 

Boca Juniors – ARG

Seu time de coração, o Boca Juniors se destacou em suas homenagens para Dieguito. Em seu Instagram, foi publicado um grande mosaico com uma foto do ídolo. Apesar de uma curta primeira passagem, não teve como não ser marcante e histórica, com apenas 16 anos, Maradona já comemorava sua primeira e única taça nacional.  

Barcelona – ESP

Claro que não demorou muito para Maradona roubar a cena no futebol argentino e se destacar aos olhos de diversos clubes do mundo. Entre eles, um dos maiores. Em 1982, o Barcelona assumia a compra de Diego por US$ 7 milhões, o que na época foi tratada como a contratação mais cara da história. 

Napoli – ITA

Mais uma vez fazendo história, em 1984, mesmo insatisfeito com algumas questões, Diego Maradona foi comprado pelo – na época – modesto Napoli, da Itália. E quebrando mais um recorde na história! Foram cerca de US$ 12 milhões que fizeram com que a transferência fosse a mais cara da história – ‘devolvendo’ o dinheiro investido ao Barcelona. 

Sevilla – ESP 

Apesar de já ter passado por diversos momentos conturbados neste momento de sua história, a lenda argentina também chegou a jogar no Sevilla por um tempo. Apenas uma temporada. Mas, para a torcida do clube espanhol Diego ficará eternamente na história do clube por todos os seus feitos. 

Newell’s Old Boys – ARG

De volta à sua casa, Diego também teve uma passagem na ‘La Lepra’, clube que também revelou Lionel Messi. Apesar de uma participação relâmpago e marcada por muitas lesões, Diego participou apenas de cinco jogos com a camisa dos Rojinegros. O clube usou suas redes sociais para dizer adeus e lembrar que o jogador sempre estará no coração de todos. 

Racing – ARG

Depois de passar pelo seu primeiro desafio como técnico no pequeno Textil Mandiyú, Maradona agradou os dirigentes do tradicional Club Racing, da Argentina. No Instagram, com muito pesar, o clube alterou sua foto de perfil para um ícone escuro e completou com ‘Adiós, Diego’.

Seleção Argentina 

Como um de seus maiores desafios, Maradona também chegou a comandar a albiceleste, entre os anos de 2008 a 2010. Impossível não lembrar que anos atrás o mesmo trazia a alegria para a nação após conquistar uma Copa do Mundo, em 1986. O eterno camisa 10 foi lembrado hoje no Instagram da Seleção. 

Al Wasl e Al Fujairah – EAU 

Os dois clubes dos Emirados Árabes Unidos por onde Maradona passou também deixaram suas homenagens na internet. 

Dorados de Sinaloa – ARG 

‘Quando você chegou aqui em Sinaloa você já era uma lenda. Obrigado por nos dar sua melhor versão, por todo o amor que você nos deu e por nos ensinar a curtir o futebol como só você poderia, esperamos ter retribuído um pouco do quanto você nos deu. Nós sempre amaremos você, chefe’. 

Gimnasia y Esgrima – ARG 

Seu último clube, o modesto Gimnasia y Esgrima, da Argentina, disputa a segunda divisão do campeonato nacional e até chegou a ficar com um técnico interino no comando do elenco, enquanto Maradona estava no hospital. Claro que, após a terrível notícia, o pequeno clube deixou sua homenagem rapidamente e deixou claro sua enorme gratidão e confessa ter ‘vivido uma história inesquecível’ no período em que o ‘Campeão do Mundo’ esteve no Gimnasia. 

Matéria publicada no portal de notícias AdNews. Se quiser mais informações sobre o mundo da publicidade e do marketing acesse: https://adnews.com.br/

In the news
Carregar Mais