Mercado brasileiro ganha nova operadora: NLT

Avatar
Empresa, que utilizará infraestrutura de rede da Vivo, vai investir em novas tecnologias de conexão entre máquinas e de IoT

O mercado brasileiro acaba de ganhar uma nova operadora de telecomunicações, a Next Level Telecom – NLT. Como operadora autorizada pela Anatel, a NLT utilizará infraestrutura de rede da Vivo, presente em mais de 4,4 mil municípios do Brasil, para prestar serviço a seus Clientes. A NLT entra em operações oficialmente no dia 2 de abril de 2019.

O principal foco de mercado da NLT é viabilizar a comunicação entre máquinas (M2M), a automação de processos e os mais variados recursos da Internet das Coisas (IoT). Para firmar seu papel de referência na evolução deste mercado, a empresa vai investir em desenvolvedores e integradores de soluções, além de apoiar instituições de pesquisa e ações de polos tecnológicos e universidades. A previsão é de um investimento total na ordem de R$ 50 milhões, nos primeiros cinco anos de operação.

O objetivo é contribuir com a transformação digital, promovendo ações de inovação que resultem em mais desenvolvimento do mercado brasileiro de IoT. “Trabalhamos para ampliar a oferta dos serviços de telecomunicação, sempre com mais qualidade e diversidade de aplicação”, afirma Adalmir Assef, CEO da NLT. “Surgimos para estimular empreenderores a alcançar melhores resultados, aumentar a produtividade das empresas, favorecer o lançamento de produtos cada vez mais inovadores e tornar as cidades cada vez mais inteligentes, de modo a sempre melhorar a qualidade de vida das pessoas”.

O primeiro produto que a NLT já oferece ao mercado é conexão de grande qualidade e alta estabilidade, em qualquer lugar do país, em condições acessíveis, via diversos tipos de SIM Card, com conexões 2G, 3G e 4G. A empresa também vai investir continuamente no desenvolvimento de recursos de conexão de baixo consumo de energia e longa durabilidade de bateria, de modo a universalizar sua aplicação. No momento, a NLT já está se preparando para, em um futuro muito próximo, trabalhar com outros recursos ainda a ser lançados no Brasil, como eSIM e redes NB-IoT.

Controlada pela holding Batista Leite, fundadora da Link Solutions, empresa especialista em comunicação móvel e IoT que foi vendida para a americana Transaction Network Services (TNS), a NLT inicia suas atividades no melhor momento do mercado. Ao mesmo tempo em que hoje se pode contar com maior diversidade de produtos conectados e melhor infraestrutura de cobertura de rede, o mercado brasileiro já sinaliza com demanda crescente pelas TIC (Tecnologias de Informação e Comunicação), com perspectiva de crescimento exponencial em um futuro próximo. Com equipes próprias de atendimento, projetos, engenharia, billing e pós-vendas, a NLT está preparada para atender todas as demandas de conexão de empresas, indústrias, organizações sustentáveis e governos, em áreas como saúde, indústria 4.0, agronegócio e cidades inteligentes.

Para atender às necessidades deste novo e exigente mercado, a NLT oferece agilidade e flexibilidade, com atenção dedicada à especificidade de cada Cliente. Práticas sustentáveis estão na base de fundação da NLT, o que resulta sempre em relações transparentes com seus clientes, com soluções sob medida e, consequentemente, maior funcionalidade. Ao mesmo tempo, a alta segurança de todos os processos é outro ponto forte, com a totalidade dos dados criptografados e trafegados sem nenhuma interferência humana. Um centro de monitoramento geral de redes, com ampla visão de toda á arvore de conexões, permite monitoramento contínuo de qualidade, com sistemas próprios, links de dados redundantes, servidores em data centers também redundantes, com separação geográfica, em padrões muito acima do mercado. Assim, a NLT surge como opção ideal para toda a cadeia de valor, desde os fabricantes e integradores até os Clientes finais.

www.nlt.com.br

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

In the news
Carregar Mais