Marcus Manfredi – A importância do podcast no marketing digital

Avatar

É indiscutível hoje o crescimento no mercado de podcast. Sabemos que cada vez mais empresas investem  em patrocínio ou conteúdo relevante para Podcasts, sobretudo para atrair seus potenciais clientes, uma vez que os indicadores mostram que o ouvinte não avança no player no momento da publicidade, aumentando ainda mais o resultado de marketing, gerando um resultado fantástico de exposição da marca ou produto.

Muitas pesquisas indicam que nesse ano houve uma verdadeira explosão de podcasts realizados por empresas especializadas e formadores de opinião. Outro dado significativo é que o número de investimento nos últimos 2 anos chegou na casa de bilhões de dólares e já alertava o real interesse nesse mercado pelo Google e Spotify, antes dominado pela Apple Podcasts.

De acordo com uma pesquisa do Ibope, 40% dos 120 milhões de internautas brasileiros já escutaram um podcast e esse crescimento foi nesse ano, aumentando ainda mais as oportunidades.

O Ibope fornece mais pistas sobre a força do segmento. De acordo com o estudo Podcast Ibope 2019, 32% dos internautas ativos no Spotify utilizam o canal para escutar podcasts. Há uma década, esse número não chegava a 5%. O que significa? A audiência de streaming, hoje o meio mais popular de se ouvir música, está aproximando o Podcast em seus aplicativos.

A vantagem do podcast vai além,  segmentar os ouvintes e aproximar-se do seu potencial cliente atendendo sempre as necessidades e desejos. Um exemplo dessa utilização é a  Eurofarma, que utiliza o podcast  para informar médicos com o canal Podcast Emagrecimento Sustentável, sobre a importância do tratamento contínuo da obesidade e sobrepeso, por ser uma doença crônica que alcança números assustadores em nosso país, caracterizando uma epidemia.

Podemos dizer sem medo de errar que 2019 é o ano do podcast. Até o Google resolveu investir pesado na mídia. Depois de lançar no meio do ano passado o seu aplicativo dedicado ao formato, o Google Podcasts, a empresa agora vai passar a permitir a reprodução de programas de áudio no seu buscador, o que significa que os internautas  poderão ouvir seus podcasts favoritos no computador através do Google.

Depois de anunciar seu primeiro lucro operacional da história, o Spotify comprou a produtora Gimlet Media e a plataforma Anchor como parte de um projeto para investir até US$ 500 milhões em podcasts em 2019. O CEO Daniel Ek prevê que, ao longo do tempo, 20% de tudo o que é reproduzido no serviço será de conteúdo não musical, e que o objetivo da companhia é se tornar a “plataforma de áudio número 1 do mundo”. Quatro em cada 10 internautas já ouviram Podcasts no Brasil. O celular é, de longe, o equipamento mais usado pelos brasileiros para ouvir podcasts: três em cada quatro ouvintes (75%) utilizam o aparelho. Em seguida vêm o computador, com 40% das preferências, e o tablet, restrito a apenas 8% dos internautas.” segundo a publicação na Folha do Piauí em maio de 2019.

O Ibope também aponta ainda que em 2019  no Brasil, 16 milhões de internautas ouvem podcast três vezes ou mais por semana, considerados fiéis. Convenhamos, 48 milhões de ouvintes é um número superior à população da Argentina.

Devemos considerar ainda que o nível de retenção de quem ouve Podcasts é alto comparado a outras mídias, mesmo com episódios de maior duração. Para o bom resultado é necessário qualidade, planejamento  e comunicação atraente e assertiva. Como tudo, para gerar resultados positivos é necessário profissionalismo e foco.

*Marcus Manfredi é publicitário, diretor de comunicação e especialista em Podcasts da EnjoyBM, tradicional empresa de marketing, promoção e realização de eventos.

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

In the news
Carregar Mais