Interlight apresenta as diferenças entre potência e lúmen na iluminação

Avatar

Marca traz dicas para ajudar o consumidor na hora de escolher os produtos

Há pouco tempo as lâmpadas LED foram regulamentadas pelo INMETRO, que passou a exigir que os fabricantes destaquem em suas embalagens não apenas a potência (watts), que significa o consumo de energia elétrica, mas também os lúmens (lm), que é o quanto uma lâmpada ilumina um ambiente. Segundo o engenheiro Edson Jacob da Interlight, ainda é comum a confusão no entendimento na hora de comprar um produto.

“Muitas pessoas ainda acreditam que para reduzir a conta de energia basta somente trocar as lâmpadas fluorescentes pelo modelo LED, quando na verdade a falta de informação sobre as diferenças entre potência e lumens, pode induzir o usuário a adquirir um produto que não irá atender suas necessidades e gerar um gasto desnecessário” afirma.

Para ajudar o consumidor sobre a importância da potência (watts) e lúmens (lm) das lâmpadas LED, o engenheiro da Interlight traz algumas dicas:

– Verifique o fator de potência, pois baixos fatores (abaixo de 0,70) desperdiçam energia na sua conta, e consomem mais do que informam. Nesse caso o ideal é quanto maior o fator melhor o aproveitamento eficiente da iluminação.

– Questione o vendedor se o fluxo luminoso informado (lumens) é do LED ou da luminária, pois temos percas eletrônicas e óticas, e o que o LED que está dentro da luminária emite, é diferente do que vai para o ambiente. E o que importa são os lumens que vão para o ambiente, e não o que está dentro do produto não aproveitado.

Nesse ponto, a Interlight oferece as duas informações, afim de um comparativo igual entre luminárias de mercado, que colocam somente da fonte, parecendo que iluminam mais, porém não é a realidade. Exemplo: Projetor Sirius o Led fornece 1130 lumens, porém, vai para o ambiente 1010 lumens, eficiência 100 lm/W.

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

In the news
Carregar Mais