GROW (GRIN + YELLOW) completa 10 milhões de corridas e confirma sua liderança na oferta de serviços de micromobilidade na América Latina

Avatar
Com 23 cidades e quase 6 milhões de usuários em menos de um ano, a GROW é a plataforma de micromobilidade que está impulsionando a transformação das cidades latino-americanas

Com 10 milhões de viagens acumuladas apenas nas cidades da América Latina, a GROW (Grin + Yellow) se posiciona como líder latino-americana em serviços de micromobilidade.

Em menos de um ano, a revolução da micromobilidade que a GROW iniciou no México e no Brasil – os dois maiores mercados da América Latina – está crescendo rapidamente e agora lidera a mudança na forma como as pessoas se deslocam em 23 cidades no México, Brasil, Colômbia, Chile, Peru, Argentina e Uruguai.

O modelo local da GROW consolidou a sua plataforma de micromobilidade, com serviços de patinetes elétricas, bicicletas e e-bikes sem estação, e alcançou níveis mais altos de aceitação do que qualquer outra plataforma estrangeira. “Somos inovadores latino-americanos para as cidades latino-americanas!”, comemora Sergio Romo, CEO da GROW.

O sucesso da GROW é baseado na inovação e no empoderamento regional, sempre com o objetivo de entender os desejos de mobilidade, necessidades e expectativas dos seus usuários na Cidade do México, São Paulo, Rio de Janeiro, Santiago, Lima, Bogotá, Buenos Aires, Montevidéu entre outras cidades em que vivem e trabalham usuários, comunidades e governos.

A GROW atende as necessidades de mobilidade e está integrada ao cenário de transporte das cidades. Entende as motivações de seus usuários e seus desejos por passeios eficientes, divertidos e seguros. Não só é uma questão de onde eles estão indo, mas também, como eles estão chegando lá.

“O estado atual dos sistemas de transporte de massa em nossas cidades dá origem a desafios específicos que estamos enfrentando de uma maneira muito latina; com muita paixão, carinho, reforçando o nosso slogan a cada viagem (#WeLoveOurCities) e o nosso compromisso com cada cidade, trazendo serviços de mobilidade bem-sucedidos”, completa Romo.

Porque amamos nossas cidades

Em menos de um ano, a GROW acumulou mais de 6 milhões de usuários registrados apenas na América Latina, com mais de 144.840.96 de quilômetros percorridos, o equivalente a 380 viagens pelo planeta Terra, o que se traduz em benefícios ambientais para milhões de latino-americanos.

Cidades como Lima, Cidade do México e Santiago enfrentam grandes desafios em relação à mitigação da poluição e, com os serviços da GROW, em menos de 12 meses, foi possível alcançar uma redução de 3.000 toneladas de CO2, com impacto global.

A GROW, como a principal plataforma de micromobilidade na América Latina, solidifica sua liderança expandindo seus serviços para áreas altamente marginalizadas, assumindo sua corresponsabilidade com as cidades em que opera.

O Capão Redondo, em São Paulo, é a primeira zona periférica da América Latina na qual a YELLOW lançou serviços de bike sem estação com preços simbólicos. Isso possibilita a mobilidade em comunidades urbanas e demonstra o compromisso da GROW com o direito humano de mobilidade, o desenvolvimento social e econômico de todas as pessoas e seus bairros.

O modelo estratégico da GROW é manter sua essência latino-americana com características voltadas para o desenvolvimento regional, como a construção de equipes locais em todas as cidades em que atua, gerando até agora 2.300 empregos na América Latina.

A GROW é o player de micromobilidade mais relevante da América Latina e a plataforma que mais cresce nos últimos 12 meses. Continuará a crescer com planos estratégicos para alcançar cidades mais limpas, seguras e eficientes. Segundo o New York Times, a GROW passa a ser considerada uma das 50 startups, apenas latino-americanas, para possivelmente se tornar um unicórnio e, de acordo com o Banco Itaú, estamos a caminho de nos tornar o próximo super app.

#WeLoveOurCities

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

In the news
Carregar Mais