Fusão entre PSA e FCA amplia presença internacional da plataforma brasileira de repasse de veículos seminovos

Avatar
Para o CEO da Auto Avaliar, J.R. Caporal, expectativa é consolidar a tecnologia nacional como líder global no segmento de usados

A fusão entre os grupos PSA (Peugeot SA) e FCA (Fiat Chrysler Automobiles), anunciada oficialmente no dia 18 de dezembro de 2019, vai ampliar de forma expressiva a presença internacional da tecnologia brasileira de repasse online de veículos seminovos e usados. A afirmação é de J.R. Caporal, CEO da Auto Avaliar, maior plataforma de comercialização de veículos seminovos e usados do País, com operação em países como Estados Unidos, México, Argentina, Portugal e Chile, sob a marca de Auto Action.

A Auto Avaliar recebeu, no final de 2017, um aporte do Grupo PSA, que se tornou sócio minoritário da empresa. Com a fusão anunciada nesta semana, que resulta num grupo com vendas de 8,7 milhões de unidades ao ano e receita combinada de quase 170 bilhões de euros, a expectativa do CEO da Auto Avaliar é dobrar a presença da plataforma Auto Action no mundo já em 2020, para o mercado global de “One Stop Shop” de seminovos e usados.

No Brasil, a plataforma da Auto Avaliar é utilizada atualmente por mais de 3,3 mil concessionárias, bancos, locadoras e fabricantes como canal de vendas para cerca de 30 mil lojistas multimarcas. “Mesmo com esta fusão, toda a operação da empresa permanecerá completamente independente. A proposta é levar nosso modelo de negócios para todos os mercados internacionais e impulsionar o comércio de seminovos a partir de inteligência e tecnologia de ponta”, comenta.

“Nossa plataforma para comércio de veículos traz mais eficiência e rentabilidade no processo de repasse e garante, sobretudo, maior transparência e segurança nas transações entre vendedores e compradores”, conclui Caporal.

No comunicado oficial dos grupos PSA e FCA, as companhias informam que a nova organização terá liderança, recursos e escala para estar na vanguarda de uma nova era de mobilidade sustentável, num acordo que prevê uma fusão 50/50 de seus negócios para criar o quarto maior mercado global OEM automotivo em volume e terceiro maior em receita.

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

In the news
Carregar Mais
%d blogueiros gostam disto: