Evento sobre futuro do alimento amplia debate sobre transformações em toda a cadeia

Avatar

A força da alimentação hiperlocal, a diversidade presente no sistema delivery, a importância do food care, a comida impressa, o conceito de zero desperdício e a reestruturação sustentável de toda cadeia produtiva serão os principais temas em pauta na edição 2020 do Open Food Innovation Summit – maior evento sobre o futuro do alimento. Realizado nos dias 14 e 15 de outubro via streaming em plataforma digital e totalmente interativa, o encontro amplia a conversa sobre as soluções de ineficiências e transformações por meio de tecnologia e inovação em um dos setores mais afetados pela pandemia.

Em sua estreita relação com a saúde humana e do meio ambiente, negócios do mercado do alimento tiveram aumento de até dois dígitos durante o isolamento social. A reação do consumidor neste período foi catalisadora para uma série de oportunidades de grande valor em uma cadeia de R$ 30 bilhões de reais ano, somente no Brasil. “O futuro do alimento passará por uma profunda transformação motivada por novos hábitos, pela aceleração tecnológica, novos protocolos sanitários e de saúde global, pela ruptura e reconstrução de toda cadeia produtiva, pelas superfoods e uma nova busca incansável pela sustentabilidade de seus resíduos”, explica um dos idealizadores e fundadores do Open Food Innovation Summit, Matheus Von Mühlen. “O alimento do futuro deve ser saudável para o corpo, sustentável para o planeta e saboroso para as pessoas. O futuro pertence às empresas e pessoas que entregarem esses três fatores em conjunto”, complementa.

A proposta é unir interessados de diversos estados e até de fora do Brasil para uma experiência de debate digital sobre o amplo tema. Em dois dias de evento, serão 28 speakers e 6 mediadores em mais de 36 horas de conteúdo expansível. Entre os formatos estão: 1) Hackathons, maratonas de trabalho para consultores e empreendedores, que serão desafiados a criar soluções envolvendo Rede Hiperlocal e Embalagens Sustentáveis (mais informações no site http://openfoodinstitute.com/hackthon); e 2) Trilha, uma transmissão ao vivo por vídeo ou podcast para público espectador.

O evento conta com patrocínio de BRFHub, Tramontina e STIHL, SpLaw como parceira jurídica e patrocinadora da trilha Network 4.0 e Uniagro patrocinadora da trilha Foodcare. Apoio da Anprotec, AgtechGarage, Numerik, Sebrae e Unisinos. Os ingressos para o Open Food Innovation Summit 2020 já estão no segundo lote, à venda através da plataforma InEvent. Lá, será possível ver e rever as palestras, além de compartilhar informações e opiniões em blocos de interação.

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

In the news
Carregar Mais