Em combate ao racismo, Boticário troca “Black Friday” por “Beauty Week”

Avatar

O presidente do Grupo Boticário, Artur Grynbaum, fez uma postagem em seu LinkedIn, anunciando que a empresa não vai mais usar o termo “Black Friday”, para se designar ao dia mais importante do ano para as vendas do varejo que acontece tradicionalmente no fim do mês de novembro.

O CEO justifica a decisão, feita a menos de dois meses do evento, como respeito ao público que sente desconfortável com o termo que gera debates se tem ou não ligação com a escravidão. Ele afirma que a decisão ocorre mesmo sem dados científicos que comprovem que tal termo esteja relacionado à questão da escravatura, pois preza pelo respeito, inclusão e diversidade na companhia.

O Grupo passará a adotar o termo “Beauty Week” em suas ações e campanhas para se referir a semana do evento. “Precisamos de algo maior e essa transformação deve começar por nós”, afirma Grynbaum, que utiliza hashtag #blackisbeauty no fim do post lembrando o compromisso da empresa que desde 2013 busca promover igualdade nas jornadas de trabalho da empresa, e incorporar políticas de equidade racial, de gênero, de pessoas com deficiência e de diferentes idades.

Por fim, Artur Grynbaum, deixou o convite para que as demais empresas aderissem a ação. “Afinal, não estamos falando “só” de uma mudança no termo: está em pauta aqui o caminho para alcançarmos o sucesso responsável e dar mais uma contribuição para uma nova perspectiva de raça na sociedade, com senso de urgência e coragem”, diz o CEO do Grupo Boticário.

Matéria publicada no portal de notícias ADNews. Se quiser mais informações sobre o mundo da publicidade e do marketing acesse: https://adnews.com.br/

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

In the news
Carregar Mais