Eduardo Grandelle assume como diretor de Operações da Webedia Trends

Avatar
Executivo será responsável pela unidade de negócios que compreende os verticais Hypeness, Reverb e Purebreak

A Webedia, multinacional francesa de mídia digital, anuncia Eduardo Grandelle como seu novo diretor de Operações da Webedia Trends, unidade responsável pelos verticais Hypeness, Reverb e Purebreak. Anteriormente, Grandelle atuava como Gerente de Produto da mesma unidade de negócios.

Designer formado pela UFRJ, com pós-graduação em Design Estratégico pela ESPM e especialização em Metodologias Ágeis pela University of Virginia, Grandelle já atuou em agências de publicidade (DPZ, DM9 e Havas/Z+) e estúdios de design (Visorama e 6d), como consultor focado em criação e gestão de projetos digitais. Antes de ingressar na Webedia, em setembro de 2018, trabalhou na Casa 6d, estúdio de branding e design, como coordenador da equipe digital.

“Gerenciar três produtos em momentos tão diferentes é sempre um desafio. O Hypeness é um senhor de quase dez anos; o Purebreak, uma criança; e o Reverb, um bebê. Outro ponto é que as equipes são bem distintas e nem todas as pessoas ficam no escritório da Webedia. Estar atento às últimas tendências, gerir uma equipe tão diversa e garantir um conteúdo de qualidade aliado a entregas comerciais inovadoras para os clientes são atividades inerentes ao cargo”, explica Grandelle.

Em sua nova função, ele destaca como atuações primordiais a gestão de toda a equipe Webedia Trends (publishers/produto, redações, social etc.) e maximização e retenção de audiência qualificada e engajada aos assets dos verticais, construindo estratégias de distribuição de conteúdo para todas as plataformas e suportes disponíveis. Também faz parte do seu novo escopo ampliar a colaboração com as áreas de venda e operação comercial da empresa para criar produtos que atendam às necessidades do mercado e dos usuários das plataformas.

Outro ponto que será trabalhado, segundo ele, é o monitoramento da eficiência comercial dos produtos oferecidos ao mercado em termos de conversão, rentabilidade, ticket médio e satisfação do cliente.

“Sendo um designer de formação e tendo trabalhado por muitos anos com criação de interfaces e campanhas digitais, já era um ‘cliente’ de longa data do Hypeness. Portanto, fica mais fácil e prazeroso trabalhar com o produto . Outro fato muito natural é estar envolvido com um projeto de música como o Reverb. Aos 11 anos, entrei nas aulas de contrabaixo na orquestra da escola e, mais tarde, tive minha época de DJ. Ou seja, mais do que um novo projeto profissional, trabalhar com temáticas com as quais me identifico também se torna um desafio pessoal”, conclui Eduardo Grandelle.

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

In the news
Carregar Mais