Contratação de promotores sob demanda cresce 100% durante a pandemia

Avatar

O termo “uberização” vem do Uber, aplicativo da indústria de táxi. A plataforma que representa uma revolução neste mercado também tem ofertado a possibilidade para outras áreas de negócios. É o caso da Allis (www.allis.com.br), especialista em Field Marketing, pioneira ao lançar o Allis On Demand, um aplicativo com foco exclusivo no trade varejista que oferece promotores especializados contratados por hora para qualquer tipo de demanda no PDV (da reposição de produtos às estratégias promocionais).

Trata-se de uma alternativa para o atual momento, em que as indústrias estão mais atentas ao custo x benefício e aos investimentos com retorno a curto prazo. Em operação desde o início da pandemia, o app apresentou crescimento de 100%, alcançando a marca de 70 mil chamados em três meses. “A empresa inovou para poder atender a indústria e o varejo com os desafios que se estabeleceram e que precisam otimizar o investimento na execução do merchandising no ponto de venda. Esses segmentos possuem dificuldade de atender o varejo de cidades distantes e precisam da qualidade do promotor dedicado com o preço do promotor compartilhado“, conta explica o CEO da Companhia, Wagner Gutierrez.
Novo papel do promotor de vendas

O escopo de atividades dos promotores de vendas vai do mais básico, como a reposição de produtos, até uma importante função que é abrir caminhos e aumentar os resultados em vendas. É o promotor que também negocia pontos de destaque, que tem o poder de influenciar na operação de trade marketing e merchandising no PDV, gerando melhor experiência ao consumidor final. Além de ser essencial nas visitar às lojas e dar todo o suporte à indústria e ao varejo, é um profissional que tendo a ganhar novas posições, em curto ou médio prazo.

O Allis On Demand hoje atende em qualquer lugar do País e já conta com 600 promotores de vendas – contratados dentro das leis trabalhistas – cadastrados. A empresa espera chegar a 200 mil chamados até o final do ano e, para isso, deve contratar pelo menos mais 900 profissionais. O Grupo Pão de Açúcar, Wickbold, AB Brasil, Duracell, Ambev estão entre as empresas que utilizam o “uber” da Allis. Para 2020, a Allis espera o período com um de R$ 200 milhões, e acreditam que o Allis on Demand deve corresponder à 5% dessa estimativa.

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

In the news
Carregar Mais