Cimed anima jogos da Seleção com placas de Ace e Block

Avatar

Em primeira ação oficial como parceira da CBV, farmacêutica movimentou torcida durante saques e bloqueios do Brasil

Em sua primeira ação como parceira oficial da Confederação Brasileira de Vôlei, a Cimed produziu 12 mil placas de ACE e BLOCK, que serão distribuídas durante os jogos do Brasil na fase final da Liga Mundial, que acontece em Curitiba. Amanhã, quando a Seleção encara a Rússia por uma vaga na semifinal, a torcida vai receber 1.000 placas. Se o Brasil avançar na competição, 8.000 placas serão entregues para torcedores que acompanharem os dois últimos jogos.

“Vamos encher o estádio e apoiar nossos jogadores. A torcida é muito animada, incentiva o tempo inteiro, grita junto quando o Brasil vai sacar e quando está defendendo o ponto. Os próprios jogadores acabam interagindo junto também, tornando a atmosfera incrível”, comenta Daniel Freire, gerente de marketing esportivo da Cimed.

Na vitória contra o Canadá pelo primeiro jogo da última fase da Liga, as placas foram disponibilizadas nos assentos da torcida brasileira e a animação tomou conta do estádio. “Foi bonito de ver. Diferentemente do futebol, o vôlei é um esporte mais familiar e a torcida ‘aceita’ mais esse tipo de interação. Ver um estádio inteiro comemorando cada ponto conquistado é emocionante”.

No jogo realizado recentemente, as placas voltam a preencher os assentos antes mesmo da torcida tomar conta da Arena da Baixada. “Queríamos algo diferente de qualquer coisa que já tínhamos feito. Sabíamos que a torcida ia se divertir, mas a repercussão foi muito melhor do que imaginávamos. A ação toda foi desenvolvida internamente, inspirada em jogos no exterior e o resultado deu muito certo. Estamos muito felizes com o retorno recebido”.

In the news
Carregar Mais