Amazonia Live plantará mais de 3 milhões de árvores na Amazônia e convoca público a abraçar a causa e ajudar a ultrapassar a nova marca de 4 milhões

Avatar

Show inédito com apresentação de Plácido Domingo, Orquestra Amazônia Filarmônica com o Coral do Amazonas e participação de Ivete Sangalo impulsiona campanha de doações. Artistas, parceiros e fãs são envolvidos para que número de árvores plantadas ultrapasse a marca de 4 milhões

A organização do Rock in Rio lança oficialmente no Brasil o Amazonia Live – Projeto Socioambiental do Rock in Rio para todas as edições, nacionais e internacionais, do festival até 2019 que tem como objetivo chamar atenção para a urgência do engajamento no combate às alterações climáticas , com um show de Plácido Domingo, Orquestra Amazônia Filarmônica com Coral do Amazonas, participação de Ivete Sangalo, Plácido Domingo Jr (filho do tenor), o tenor Saulo Laucas e o guitarrista Andreas Kisser. O evento será todo montado em um palco flutuante montado no Rio Negro, em Manaus (AM), das mesmas dimensões do Palco Mundo do Rock in Rio. Na mesma ocasião será lançada a campanha de mobilização que incentiva a população a abraçar a causa, sob o mote “Mais do que rvores, Vamos Plantar Esperança”. O encontro contará com imprensa, artistas, formadores de opinião e parceiros. O show poderá ser acompanhado pelo mundo inteiro, com live streaming pela internet e em todo o Brasil pela transmissão do canal Multishow.

Hoje, o festival está plantando 1 milhão de árvores, o Banco Mundial agregou ao projeto outro milhão, a Universidade Estácio de Sá garantiu o plantio de 100 mil árvores e o leilão de guitarras realizado na edição do evento em Lisboa 2016 conquistou o valor equivalente ao plantio de 40 mil unidades. Além deste número, a Conservação Internacional (CI-Brasil) acaba de anunciar o engajamento na causa e o plantio de mais 800.000 árvores. Com isso, o Rock in Rio e seus parceiros garantem já o plantio de mais de 2,9 milhões de árvores e amplia sua meta para 4 milhões com a convocação da população para aderir à causa até a edição de 2019. Além destes parceiros, a iniciativa conta ainda com o Itaú, Manaus Luz, Manaus Ambiental e Gol.

No evento, realizado em Manaus, sob a condução da Orquestra Amazonas Filarmônica e o Coral do Amazonas, Andreas Kisser será responsável pela abertura, seguido pelo tenor autista Saulo Laucas, que subirá ao palco em um emocionante momento, que reforçará o poder de transformação da música, para apresentar Canto dela Terra. Ivete Sangalo, cantará Circulo da Vida e, ao lado de Plácido Domingo, a convite do tenor, interpretará Aquarela do Brasil. Plácido fará um espetáculo, com convidados, nunca visto com mais de 80 minutos. O evento encerra ao som de Garota de Ipanema e em seguida, Andreas Kisser finaliza com a música tema do Rock in Rio.

“Pela primeira vez estamos adotando globalmente uma mesma causa que será promovida em todos os países onde o Rock in Rio está e se estenderá por várias edições do evento. Com esta ação, vamos chamar a atenção do mundo inteiro para um problema urgente e mostrar que é possível plantar, sobretudo, esperança. Para se ter uma ideia da importância disso, segundo dados do ISA, uma floresta com 3 milhões de árvores transpira a cada dia cerca de 48 milhões de litros de água. Outro dado importante e que merece a nossa atenção é que a Amazônia tem 20% de toda a água doce do planeta e isso não pode se perder. Já conseguimos quase 3 milhões de árvores. Agora, falta você fazer sua parte”, convoca Roberto Medina, presidente do Rock in Rio.

“A CI-Brasil contribuirá com a restauração de pelo menos 800.000 de árvores na Amazônia, como parte da sua estratégia de reflorestamento na região e iniciativas como o Amazonia Live do Rock in Rio são eficazes para que o Brasil cumpra o objetivo de restaurar os 12 milhões de hectares assumidos no Acordo de Paris das Nações Unidas”, destaca Rodrigo Medeiros, vice-presidente da CI-Brasil.

 

In the news
Carregar Mais