Altice anuncia aquisição da Teads

Avatar

O conglomerado de telecomunicações Altice adquiriu a Teads, plataforma líder de publicidade em vídeo online avaliada em 285 milhões de euros. Fundada em 2011, a Teads é uma empresa pioneira da publicidade em vídeo outstream – um formato de visualização de vídeo que insere a propaganda no contexto editorial, não interferindo a leitura do conteúdo editado pelo publisher. Com alcance de mais de 1,2 bilhões de usuário únicos, incluído 720 milhões via dispositivos móveis, a Teads aumentou sua receita em 44% em 2016, estimando 187,8 milhões de euros.

A aquisição da Teads é altamente estratégica para a Altice, que tem mais de 50 milhões de clientes únicos globalmente e cuja receita de negócios de anúncios internacionais ultrapassa 700 milhões de euros por ano.

“A convergência de telecomunicações, conteúdo e publicidade é a essência dos nossos negócios. Há um valor incremental significativo a ser gerado a partir dos nossos ativos. A Teads, um poderoso negócio por si só, nos permitirá oferecer, por um lado, uma proposta de valor verdadeiramente única para marcas e agências e, por outro, para a indústria de mídia, programadores e distribuidores”, afirma Michael Comves, CEO da Altice.

A aquisição permitirá que a plataforma global de publicidade da Altice cresça, gerando informações de ponta na França e Estados Unidos, e também otimize seu conteúdo de tecnologia e negócios. Através da Teads, a Altice fornecerá aos clientes soluções de publicidade baseadas em dados, na TV, digital, smartphones e tablets.

A lista de clientes da Teads inclui 94 dos principais 100 anunciantes globais e cerca de 8.000 publishers especializados em conteúdo móvel. “Estamos muito animados em iniciar esta nova fase da Teads, integrando a equipe de renome internacional da Altice. Desde a nossa criação, nos esforçamos para oferecer aos nossos clientes soluções de publicidade superiores com base em desempenho mensurável e inovação tecnológica”, declara Pierre Chappaz, Fundador e Executive Chairman da Teads.

In the news
Carregar Mais