Ação da Agência3 aliou tecnologia à tradição para dar mais segurança ao Carnaval

Avatar

Uma ação inédita do Disque Denúncia de Recife, realizada em parceria com a Agência3, ajudou a polícia de Olinda a proteger as mulheres de eventual assédio sexual e agressão durante o carnaval de rua desse domingo. A instituição criou a sua própria personagem para integrar o desfile dos bonecos gigantes pelas ladeiras de Olinda: A Sentinela do Carnaval. Equipada com uma câmera de segurança, a boneca transmitia informações em tempo real para a central da polícia, com objetivo de garantir mais segurança à festa. A ação contou com o apoio da Secretaria de Turismo e da Secretaria de Segurança Urbana.

Segundo Paulo Castro, vice-presidente de criação da Agência3, a ideia foi aliar a tecnologia à tradição, transformando um símbolo do Carnaval de Olinda em uma sentinela para as mulheres, criando, assim, mais um recurso para barrar a violência contra a mulher. “ A agência abraça há anos essa causa e achamos que era um bom momento de dar visibilidade a esta questão. Com visão privilegiada, a boneca poderia filmar flagrantes durante os blocos. O melhor é que só a presença da Sentinela no desfile já evitou eventuais abusos”, disse Castro.

João Luiz da Silva Júnior, secretário de turismo de Olinda, ficou tão satisfeito com o resultado que quer transformar a boneca Sentinela em um personagem permanente no Carnaval de Olinda. “Com certeza a ação foi um sucesso e a Sentinela estará conosco nos próximos anos, assim como o Homem da Meia Noite e a Mulher do Dia”, disse ele, se referindo aos maiores patrimônios do Carnaval de Olinda.

Sylvia Renata Dubeux Agra da Fonte, Diretora Geral dos Disque Denúncia de Pernambuco, avaliou que a presença da boneca também serviu de estímulo para as mulheres vítimas de agressão não se calarem. “Muitas mulheres se sentem constrangidas ou têm medo de denunciar seus agressores. A Sentinela ajudou a mostrar que elas podem contar com o trabalho do Disque Denúncia”, disse ela.

O Disque Denúncia de Pernambuco atua desde o ano 2000 e já recebeu mais de 500 informações sobre diversos casos. As denúncias de violência contra a mulher estão em terceiro lugar na lista de crimes denunciados na região. O serviço funciona 24 horas por dia, 365 dias no ano. Para denunciar, basta ligar para 81 -3421-9595 em Recife ou 81- 3719-4545 no interior ou passar a informação pelo site http://www.disquedenunciape.com.br/.

Não é necessário se identificar. Mesmo em casos de caso de pagamento de recompensa, a identidade do denunciante é protegida.

In the news
Carregar Mais