2DA Branding + Design incorpora PiPe Design e prevê aumento de 50% no número de projetos em 2017

Avatar

Equipe da PiPe passa a fortalecer a equipe 2DA, escritório pioneiro e, hoje, referência em Estratégia de Marca em Minas Gerais

 

Com 16 anos de experiência, a 2DA Branding+Design, comandada pelo consultor e professor de Estratégia de Marcas Daniel Guimarães, caminha na contramão da crise econômica e política que o país atravessa. Dando o start em seu projeto de expansão, a 2DA incorpora, neste mês, a PiPe Design, empresa de inovação e Design, com sede em Belo Horizonte. O fundador da PiPe, Leonardo Macedo, especialista em gestão e finanças, com experiência de quase 20 anos em negócios e mercados, assume como diretor-estratégico e vai cuidar da atual carteira de clientes, além de coordenar o núcleo estratégico da empresa.

“A vinda do Leo adiciona mais força à nossa capacidade de execução. Com seus conhecimentos e experiências, vamos amplificar a nossa visão, permitindo respostas mais rápidas aos desafios de nossos clientes. É um profissional dinâmico, com uma percepção e capacidade de compreender rapidamente os processos e contextos de uma empresa. Com um olhar treinado, sempre propõe ideias e soluções aderentes”, ressalta, o sócio-diretor da 2DA, Daniel Guimarães.

Crescimento

Com a incorporação, a 2DA se prepara para um crescimento superior a 50% no número de projetos que desenvolverá em 2017, direcionados para empresas de pequeno e médio portes. “Já percebemos uma significativa reação do mercado. Muitas empresas passaram por momentos difíceis em 2015 e 2016, período em que usaram todas as suas reservas e energia fazendo cortes, ajustando custos, processos. E ainda estão se adaptando ao seu novo corpo. Muitos líderes já entenderam que, para suas empresas voltarem a crescer e avançarem competindo, será necessário encontrar uma nova rota, um novo posicionamento e, em alguns casos, até mesmo se reinventarem”, destaca Guimarães.

Para o sócio-diretor da 2DA, empresas que não acompanham o que anda acontecendo do lado de fora de suas paredes, possivelmente, também não sabem para onde estão seguindo. E estão dissipando energia e desperdiçando importantes recursos. Ele ressalta que muitos segmentos mudaram dramaticamente: os critérios de compra mudaram ou estão mudando, existem muitos movimentos sociais, de redes sociais, além dos contextos políticos e econômicos que estão influenciando a maneira como as pessoas pensam e agem. Para Guimarães, as empresas que não buscarem ajuda para fazer a leitura adequada dessas mudanças, e de como elas estão impactando nos seus negócios, estão perdendo tempo e investimentos, colocando em risco a sua própria sobrevivência.

In the news
Carregar Mais